PT

    Primeiros resultados dos testes de campo discutidos na 4ª reunião do YEIP organizada em Bucareste

    INOVA+

    22 e 23 de julho, Bucareste (Roménia): os parceiros do projeto YEIP reúnem-se no Grey Matter Hub. No início do primeiro dia, pouco depois das 9 horas da manhã, a 4ª reunião do projeto começa.

    Liderado pela Fundação Schottener (organização anfitriã) e pelo IARS (entidade coordenadora), o evento reúne os parceiros científicos do projeto. Os participantes percorrem os diferentes pontos da agenda e iniciam o debate e análise da situação atual de cada assunto. Foi planeado um dia e meio de reunião para garantir que todos os aspetos relevantes são abordados, incluindo o progresso dos testes de campo – um dos blocos centrais do projeto. A INOVA + está presente na reunião e fornece detalhes sobre a abordagem adotada e os primeiros resultados. O processo subjacente é complexo e foi operacionalizado com o apoio do Município de Oliveira de Azeméis e várias escolas, incluindo a Escola Profissional Almirante Reis. O bloco de trabalho em questão (teste de campo) está alicerçado numa metodologia predefinida, desenhada para testar o kit de ferramentas para profissionais e o kit de ferramentas para os decisores políticos.

    De forma sumária, o teste do kit de ferramentas para profissionais inclui 1) grupos experimentais e de controlo que permitem capturar e compreender as mudanças e efeitos que podem ser diretamente atribuídos à intervenção (ou seja, à ação de capacitação e contacto com os recursos) e 2) momentos pré e pós avaliação em ambos os grupos. O teste do kit de ferramentas para decisores políticos inclui uma sessão informativa e uma avaliação posterior.

    No projeto YEIP, os parceiros portugueses são responsáveis por implementar as atividades em contexto escolar e, por esse motivo, os grupos-alvo envolvidos incluem, por um lado, professores e alunos e, por outro lado, responsáveis políticos ligados à educação e temas relacionados. Noutros países do consórcio, os parceiros testam os recursos em universidades, instituições de reinserção e em ambiente on-line.

    Os resultados dos testes conduzidos estão neste momento a ser analisados, mas os primeiros resultados apontam para a relevância dos recursos e para efeitos positivos das ações de capacitação.

    Durante a reunião, os parceiros discutiram também aspetos transversais ao projeto e tiveram oportunidade de definir próximos passos, como a conclusão da fase de teste, a otimização dos recursos e a organização da conferência final do projeto (prevista para janeiro de 2020).