PT

    Interreg Sudoe abre quarta convocatória

    INOVA+

    O dia 7 de outubro marca a abertura da quarta convocatória do programa Interreg Sudoe. Financiado através de um dos fundos da política regional europeia – o Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER), esta convocatória dispõe de um orçamento de 12,9 milhões de euros, distribuídos pelas áreas Meio ambiente e eficiência de recursos (4,2 milhões de euros) e Investigação e Inovação (8,7 milhões de euros).

    A primeira fase da quarta e última convocatória do Programa de promoção para a cooperação transnacional termina a 25 de outubro de 2019. Destinado a todas as regiões continentais de Portugal, comunidades autónomas espanholas (exceto as Ilhas Canárias), regiões do sudoeste da França (Auvergne, Occitanie, Nouvelle Aquitaine), Reino Unido (Gibraltar) e Principado da Andorra, estes projetos devem estar organizados por uma parceria transnacional – beneficiários de pelo menos três Estados Membros. Podem formar parte da parceria e consecutivamente ser beneficiários desta convocatória:

    • Organismos públicos;
    • Organismos de direito público;
    • Entidades privadas sem fins lucrativos;
    • Entidades privadas com fins lucrativos e/ou empresas (salvo exceções).

    Os tipos de projeto dividem-se de acordo com as áreas de intervenção da convocatória, que têm como objetivo -proteger o meio ambiente e promover a eficácia de recursos – Meio ambiente e eficiência de recursos – e promover as capacidades de inovação para um crescimento inteligente e sustentável – Investigação e Inovação (I&I).

    O processo de candidaturas está organizado em duas fases: durante a primeira os organismos ou entidades devem apresentar uma “proposta do projeto” (pertinência e resultados esperados), que caso no caso de ser validada passa à segunda fase, na qual devem apresentar o formulário de candidatura completo.

    Desde 2014 o Programa Interreg Sudoe já atribuiu mais de 120 milhões de euros em projetos nas áreas de I&I, Competitividade das PME, Economia de baixo teor de carbono, Luta contra a alteração climática e Meio ambiente e eficiência de recursos.

    Ao longo das últimas três convocatórias, Portugal foi já beneficiário em inúmeros projetos nas diferentes áreas. Projetos como NABITEX (I&I) e VALUEPAM (Meio ambiente e eficiência de recursos) viram os seus projetos aprovados tendo como beneficiários principais o Centro Tecnológico das Industrias Têxtil e do Vestuário de Portugal e a Associação para o Estudo e Defesa do Património Natural e Cultural do Concelho de Mértola, respetivamente.

    Mais informações:

    Poderá consultar os critérios de admissibilidade na Ficha 6.0 do Guia Sudoe, disponível na Biblioteca online.

    Para mais informações e enquadramento do seu projeto, contacte-nos: nuno.soares@inova.business.