PT

    AgroDoIt

    Designação do Projeto: Projeto AgroDoIT – Transformação digital da indústria agro-alimentar

    Código do Projeto: POCI-01-0247-FEDER-011191

    Objetivo Principal: Promoção da inovação da indústria agro-alimentar através da introdução generalizada de TICs, contribuindo para a transformação digital do sector, potenciando a eficiência da cadeia e aumentando a competitividade do sector

    Região de Intervenção: NUTS III – Área Metropolitana do Porto

    Entidade Beneficiária: INOVA +, INNOVATION SERVICES S.A.

    Data da aprovação: 23 de Maio de 2017

    Data de Início: 10 de Agosto de 2017

    Data de Conclusão: 10 de Agosto de 2019

    Custo Total Elegível: 284.862,85 €

    Apoio Financeiro da União Europeia – FEDER: 155.815,38 €

    O projeto pretende promover a inovação da indústria agroalimentar através da introdução de TICs no suporte aos processos de troca de documentos na sua cadeia de valor, permitindo aumentar a competitividade e eficiência do sector com a utilização da transformação digital e permitindo a harmonização de informação o que gerará externalidades positivas no sector e na economia nacional. Para a execução dos objetivos propostos a INOVA+ irá utilizar uma framework suportada nos princípios europeus que permita fazer o mapeamento do contexto nacional, sendo envolvidas diversas PMEs que atuam em diferentes fases da cadeia agroalimentar, efetuando o levantamento das suas necessidades e dos sistemas TIC utilizados com recurso a questionários online e entrevistas, sendo desenvolvidos conetores B2B para as ferramentas TIC de suporte aos processos e adaptando plataformas colaborativas dos sistemas internos de ERP, reforçando a interoperabilidade crucial para o AgroDoIT. Deste processo espera-se um manual de boas práticas para adoção das TIC na indústria agroalimentar, permitindo gerar benefícios económicos para a mesma e para os intervenientes.

    BrainLighting

    NÚMERO DO PROJETO: 3416

    TIPOLOGIA DO PROJETO: SI I&DT Empresarial – Copromoção

    ORÇAMENTO TOTAL: 899.557,52€

    ORÇAMENTO INOVA+: 301.364,15€

    INCENTIVO TOTAL: 474.049,67€

    INCENTIVO INOVA+: 201.453.15€

    DURAÇÃO: 36 Meses

    O projeto BRAIN-LIGHTING propõe o desenvolvimento de uma nova solução tecnológica que pretende contribuir para a evolução da neurociência e aumentar o conhecimento já existente sobre o cérebro, os seus constituintes e os seus processos de funcionamento. Para tal, pretende-se desenvolver um dispositivo optogenético inovador utilizando sondas neuronais óticas 3D dotadas com estimulação elétrica e ótica e com microeletrónica totalmente integrada. Por outro lado, o projeto irá também focar-se no desenvolvimento de um módulo de controlo e processamento de sinal, essencial para completar qualquer sistema de atuação a nível neurológico.

    INOVA+2020

    NÚMERO DO PROJETO: 25860

    TIPOLOGIA DO PROJETO: SI I&DT Empresarial – Internacionalização de I&D

    ORÇAMENTO: 139.708,56€

    INCENTIVO : 69.854,28€

    DURAÇÃO: 24 Meses

    O presente projeto, de acrónimo INOVA+2020, visa aumentar a participação em projetos de Investigação e Desenvolvimento através de aquisição de serviços/assessoria de cariz científico para reforço do departamento interno de I&DT a fim de potenciar o sucesso de candidaturas de I&D (tipologia RIA/IA) a submeter ao Programa Horizonte 2020 e, desta forma, posicionar-se em 2020 como uma entidade de referência, tanto a nível nacional e europeu, para a inovação e desenvolvimento tecnológico.

    INOVAGrowth

    NÚMERO DO PROJETO: 21532

    TIPOLOGIA DO PROJETO: SI Qualificação e Internacionalização PME – Projetos Individuais

    ORÇAMENTO: 316.369,16€

    INCENTIVO : 114.970,51€ (FEDER) + 36.527,48€ (FSE)

    DURAÇÃO: 24 Meses

    O projeto INOVAGrowth visa criar as condições para que a INOVA+ adquira as competências e ferramentas necessárias para se afirmar como uma média empresa, estatuto que atingiu em 2015, na prestação de serviços especializados de consultadoria de inovação.
    O projeto INOVAGrowth integra um conjunto de ações de formação profissional que visam aumentar a qualificação e competências dos colaboradores da empresa em áreas críticas para o crescimento e competitividade.

    MobFood

    NÚMERO DO PROJETO: 24524

    TIPOLOGIA DO PROJETO: SI I&DT – Programas Mobilizadores

    ORÇAMENTO TOTAL: 7.021.739,21€

    ORÇAMENTO INOVA+: 335.081,25€

    INCENTIVO TOTAL: 4.547.393,15€

    INCENTIVO INOVA+: 209.425,78€

    DURAÇÃO: 36 Meses

    REGIÃO DE INTERVENÇÃO: Norte, Centro, Lisboa, Alentejo

    O projeto MOBFOOD tem como objetivo responder aos desafios relacionados com a promoção de uma indústria alimentar nacional mais competitiva. Passará pela promoção de novas estratégias de crescimento baseadas no reforço da capacidade tecnológica, de inovação e de I&D orientadas à obtenção de novos produtos, serviços, processos ou tecnologias, atuando ao longo de toda a cadeia de valor e reforçando a colaboração entre o setor empresarial e não empresarial. Pretende-se que o setor alimentar seja sustentável, totalmente integrado, interligado, transparente, resiliente, seguro, eficiente na utilização dos recursos e centrado no consumidor. Pretende-se alcançar estes objetivos através da implementação de soluções em três pilares principais: “Segurança Alimentar e Sustentabilidade”, “Alimentação para a Saúde e Bem-estar” e “Alimentos Seguros e Qualidade”, materializando-se na investigação e desenvolvimento de novos processos, produtos ou serviços.

    Visite o website www.mobfood.pt

    AgroDoIT

    NÚMERO DO PROJETO: 11191

    TIPOLOGIA DO PROJETO: SI I&DT Empresarial – Individuais

    ORÇAMENTO: 284.862,85€

    INCENTIVO: 155.815,38€

    DURAÇÃO: 24 Meses

    O AgroDoIT pretende promover a inovação da indústria agroalimentar através da introdução generalizada de TICs no suporte aos processos de troca de documentos na sua cadeia de valor, contribuindo assim para a transformação digital do sector. Assim, será desenvolvido um quadro de referência que permita uma harmonização da troca de informação na cadeia agroalimentar como forma de potenciar a eficiência da cadeia e aumentar a competitividade do sector, contribuindo assim para impulsionar a economia nacional.