Projetos Financiados INOVA+

Lista de projetos apoiados por programas de financiamento nacionais e europeus

CÓDIGO DO PROJETO: POCI-01-0247-FEDER-045908

ENTIDADE BENEFICIÁRIA:
INOVA+, Innovation Services SA

CUSTO TOTAL ELEGÍVEL: 1.279.266,58 €

APOIO FINANCEIRO DA UNIÃO EUROPEIA – FEDER: 885.888,43 €

DATA DE APROVAÇÃO: 11 de fevereiro de 2020

DATA DE DE INÍCIO: 1 de abril de 2020

DATA DE CONCLUSÃO: 31 de março de 2023

REGIÃO DE INTERVENÇÃO: NUTS II – Norte e Centro

O principal objetivo do NanoStim é criar um sistema de tratamento neuromuscular por eletroestimulação. Para tal o projeto irá desenvolver um conjunto de elétrodos, integrá-los num vestuário, criar eletrónica e software de controlo, e um servidor remoto que controla o vestuário. Para além disso irá também desenvolver um aplicativo para dispositivos inteligentes que permitirá ao paciente conectar-se ao sistema, comunicando com os seus cuidadores formais, obter informação sobre o estado atual de tratamento, comentar sobre as sessões, consultar o histórico do tratamento e fazer perguntas ao médico responsável (sistema de chat).

CÓDIGO DO PROJETO: POCI-01-0247-FEDER-046985

ENTIDADE BENEFICIÁRIA: INOVA+, Innovation Services SA

COPROMOTORES: Universidade do Minho, Instituto Politécnico de Bragança, COLAB, PAFIL, Nelson Azevedo e Terapias Globais

CUSTO TOTAL ELEGÍVEL: 1.405.485,10 €

APOIO FINANCEIRO DA UNIÃO EUROPEIA – FEDER: 999.317,65 €

DATA DE APROVAÇÃO: 29 de julho de 2021

DATA DE DE INÍCIO: 1 de julho de 2021

DATA DE CONCLUSÃO: 30 de junho de 2023

REGIÃO DE INTERVENÇÃO: NUTS II – Norte

O principal objetivo do NanoStim é criar um sistema de tratamento neuromuscular por eletroestimulação. Para tal o projeto irá desenvolver um conjunto de elétrodos, integrá-los num vestuário, criar eletrónica e software de controlo, e um servidor remoto que controla o vestuário. Para além disso irá também desenvolver um aplicativo para dispositivos inteligentes que permitirá ao paciente conectar-se ao sistema, comunicando com os seus cuidadores formais, obter informação sobre o estado atual de tratamento, comentar sobre as sessões, consultar o histórico do tratamento e fazer perguntas ao médico responsável (sistema de chat).

NÚMERO DO PROJETO: 46112

TIPOLOGIA DO PROJETO: SI I&DT – Programas Mobilizadores

ORÇAMENTO TOTAL: 6.397.556,25 €

INCENTIVO TOTAL: 4.319.243,93 €

DURAÇÃO: 36 Meses

REGIÃO DE INTERVENÇÃO: Norte, Centro, Lisboa, Alentejo

O projeto mobilizador de I&DT “BIOma – Soluções integradas de BIOeconomia para a Mobilização da cadeia Agroalimentar” reúne um consórcio alargado de 24 entidades nacionais inseridas na fileira agroalimentar, com o desígnio de reposicionar as empresas da cadeia de valor agroalimentar (CVAA) em patamares mais competitivos e sustentáveis, promovendo um ecossistema inovador que potenciem de uma forma concertada
a adoção de soluções integradas de Bioeconomia. Para a prossecução deste objetivo, o projeto BIOMA assenta um conjunto de atividades de investigação e desenvolvimento nos seguintes vetores estratégicos: Sustentabilidade, Desperdício alimentar, Valorização de subprodutos e resíduos agroalimentares, Rastreabilidade e Ecossistema digital.

NÚMERO DO PROJETO: 46119

TIPOLOGIA DO PROJETO: SI I&DT – Programas Mobilizadores

ORÇAMENTO TOTAL: 7.944.383,70 €

INCENTIVO TOTAL: 5.082.748,51 €

DURAÇÃO: 36 Meses

REGIÃO DE INTERVENÇÃO: Norte, Centro, Lisboa

Os desenvolvimentos científicos e tecnológicos no domínio das Tecnologias da Informação e da Comunicação (TIC) estão a contribuir de forma inequívoca para o crescimento sustentável das cidades a nível mundial, tornando-as mais inteligentes e sustentáveis. De facto, o mercado global das Smart Cities encontra-se em franco crescimento, apresentando um CAGR de 14,8%, estimando-se um crescimento de 350 mil milhões de euros em 2020, para 700 mil milhões de euros em 2021 . Tecnologias como o 5G e a Internet of Things (IoT), têm contribuído para a melhoria da eficiência dos serviços urbanos, colmatando algumas das principais lacunas existentes ao nível da energia, mobilidade, segurança, privacidade e sustentabilidade ambiental, mas há ainda um longo percurso a percorrer.
O projeto mobilizador “City Catalyst – Catalisador para cidades sustentáveis” visa investigar e desenvolver novos produtos, processos e serviços com elevado potencial, contribuindo para uma gestão urbana integrada, eficiente e catalisadora da inovação, a partir de contribuições específicas para a implementação e interoperabilidade das plataformas urbanas.

NÚMERO DO PROJETO: 46101

TIPOLOGIA DO PROJETO: SI I&DT – Programas Mobilizadores

ORÇAMENTO TOTAL: 5.298.365,57 €

INCENTIVO TOTAL: 3.578.761,91 €

DURAÇÃO: 36 Meses

REGIÃO DE INTERVENÇÃO: Norte, Centro, Lisboa

O projeto ActiVas constitui uma resposta disruptiva e diversificada aos desafios endereçados pelo envelhecimento da população, um dos maiores desafios das sociedades atuais, ao nível do ambiente e espaços construídos. Neste contexto, o ambiente construído (o nosso habitat) – enquanto espaço onde, tendencialmente, esta franja da população passa consecutivamente mais tempo – desempenha um papel crucial no combate ao isolamento e na providência de maior e melhor qualidade de vida. Contudo, o mesmo não tem em consideração as necessidades de apoio e cuidados específicos na terceira idade, o envelhecimento ativo e a utilização/integração de tecnologias ou soluções disponíveis para apoio a diversas necessidades. Concretamente, o envelhecimento da população e o aumento gradual da esperança média de vida permitem evidenciar necessidades críticas ao nível do habitat que conduziram à definição dos principais objetivos do projeto.

NÚMERO DO PROJETO: 46111

DATA DE APROVAÇÃO: 09/06/2020

DATA DE INÍCIO: 01/07/2020

DATA DE CONCLUSÃO: 30/06/2023

TIPOLOGIA DO PROJETO: SI I&DT – Programas Mobilizadores

INVESTIMENTO TOTAL ELEGÍVEL8.445.654,40 €

INCENTIVO TOTAL FEDER: 5.270.501,86 €

DURAÇÃO: 36 Meses

REGIÃO DE INTERVENÇÃO: Norte, Centro, Lisboa

O projeto FERROVIA 4.0 pretende endereçar os desafios tecnológicos e de mercado que se têm colocado ao setor ferroviário global, dinamizando uma ação coletiva mobilizadora em torno de um conjunto alargado de empresas e entidades do Sistema de I&I que integram o Cluster da Plataforma Ferroviária Portuguesa, na realização de atividades inovadoras de investigação industrial que potenciem o desenvolvimento experimental e a demonstração de novas soluções suscetíveis de promover maior capacidade operacional, sustentabilidade e competitividade a sistemas ferroviários. O projeto tem como objetivo global desenvolver diferentes componentes, ferramentas e sistemas, a ser testados em material circulante e infraestruturas reais, que estejam orientados para a sustentabilidade económica e ecológica do sistema ferroviário, para a redução de custos
operacionais e de manutenção; para sistemas de informação fiáveis de apoio à tomada de decisão na gestão de ativos e para a criação de sistemas de segurança capazes de monitorizar a infraestrutura e desencadear alertas e medidas de proteção/intervenção. É também ambição do projeto garantir que são incorporadas tecnologias e metodologias de cibersegurança na estrutura de tecnologias de informação e comunicação do sistema ferroviário, por forma a evitar intrusões indesejadas.

Estrutura do Projeto | PPS 1. Sustentabilidade do Sistema Ferroviário | PPS 2. Manutenção| PPS 3. Plataformas de Gestão e Alerta de Eventos de Segurança Crítica |PPS 4. Comunicações e Cibersegurança | PPS 5. Gestão e Disseminação do Projeto

DESIGNAÇÃO DO PROJETO: HighSenseCoV2 Highly sensitive immunoassay for SARS-CoV2 detection using new amplification technology

CÓDIGO DO PROJETO:  LISBOA-01-02B7-FEDER-069951; NORTE-01-02B7-FEDER-069951

OBEJTIVO PRINCIPAL: Reforçar a Investigação, o Desenvolvimento Tecnológico e a Inovação

REGIÃO DE INTERVENÇÃO: Lisboa; Norte

ENTIDADE BENEFICIÁRIA: ABDART DIAGNOSTICS (Líder); INSTITUTO DE MEDICINA MOLECULAR JOÃO LOBO ANTUNES; LABORATÓRIO IBÉRICO INTERNACIONAL DE NANOTECNOLOGIA; INOVA+

DATA DE APROVAÇÃO: 14/12/2020

DATA DE INÍCIO: 01/12/2020

DATA DE CONCLUSÃO: 26/08/2021

CUSTO TOTAL ELEGÍVEL: 477.702,42 €

APOIO FINANCEIRO DA UE | FEDER: 399.324,82 €

O HighSenseCoV2 visa desenvolver um teste de deteção de SARS-COV-2 utilizando técnicas de ensaios imunológicos clássicas em lateral flow e integradas em tecnologia patenteada DART com alta sensibilidade, contribuindo para uma deteção de pessoas expostas ao vírus com maior rapidez e eficácia.

DESIGNAÇÃO DO PROJETO: ADAPTAR – PME

PROGRAMA OPERACIONAL: POCI | OT 3 | PI 3.3

TIPOLOGIA DO PROJETO: TI B9 CRII – Qualificação e inovação das PME AVISO 16/SI/2020 – QI PME (Individuais – ADAPTAR PME, COVID-19)

CÓDIGO DO PROJETO:  54338

ENTIDADE BENEFICIÁRIA: INOVA +, INNOVATION SERVICES S.A.

DATA DE APROVAÇÃO:  2020-06-22

DATA DE INÍCIO:  2020-05-20

DATA DE CONCLUSÃO:  2021-02-18

CUSTO TOTAL ELEGÍVEL:  23.000,00€

APOIO FINANCEIRO UE – FEDER:  11.500,00€

Com o presente projeto a empresa pretende proceder a alterações estruturais no lay-out da sua sede em Matosinhos, através de trabalhos de conceção e projeto, construção e adaptação que permitam a ocupação de áreas até aqui não ocupadas por colaboradores, adquirir serviços de consultadoria para a elaboração de Plano de Contingência e Manual de Boas Práticas, no âmbito do Covid 19, adquirir e instalar equipamentos de higienização e de dispensa automática de desinfetantes, bem como proceder à aquisição de serviços de desinfeção das instalações.

Pretende ainda efetuar a compra de software especializado destinado a um novo modelo de angariação, entrega e monitorização de negócios com uma maior componente remota e recorrer a consultadoria externa para a redefinição do nosso modelo estratégico de negócios, a nível nacional e europeu, ao novo contexto económico que resultará da atual pandemia.

DESIGNAÇÃO DO PROJETO: TecniCOV – Desenvolvimento de testes rápidos para monitorização de anticorpos em soro e saliva

CÓDIGO DO PROJETO: 69745

OBJETIVO PRINCIPAL: Novos testes rápidos para detetar anticorpos para a SARS-COV-2

REGIÃO DE INTERVENÇÃO: Centro

ENTIDADE BENEFICIÁRIA: Universidade de Coimbra

COPROMOTORES: INOVA+ – Innovation Services, S.A.; Universidade Nova de Lisboa; Instituto Superior de Engenharia do Porto

DATA DE APROVAÇÃO: 2 de outubro de 2020

DATA DE INÍCIO: 16 de novembro de 2020

DATA DE CONCLUSÃO: 16 de julho de 2021

CUSTO TOTAL ELEGÍVEL: 457.708,85€

APOIO FINANCEIRO PÚBLICO NACIONAL/REGIONAL:

POCI – 289.736,03€

POR Lisboa – 80.678,64€

O projeto TecniCOV propõe uma abordagem inovadora para a monitorização rápida de anticorpos para o SARS-CoV-2 no soro ou na saliva, materializada em técnicas independentes, mas complementares. Estas técnicas incluem tiras de teste em papel (tipo tira de urina), sistemas de fluxo lateral (tipo teste de gravidez) e sensores eletroquímicos (tipo tira de diabetes), que permitem otimizar a relação custo/benefício em diferentes cenários da pandemia. O recurso a técnicas diferentes pretende maximizar a relação custo/benefício de cada dispositivo, a utilizar nos diferentes cenários possíveis.

O material utilizado como elemento de reconhecimento em todas estas técnicas é inovador na área, esperando-se que apresente uma elevada afinidade para os anticorpos produzidos in vivo, melhorando assim a fiabilidade dos dispositivos convencionais para deteção de anticorpos. Este material de reconhecimento é sintético e de baixo custo, estando a sua produção já adaptada a uma grande escala. Espera-se, por isso, que as técnicas sejam produzidas a baixo custo, numa escala global, satisfazendo a necessidade emergente de replicação mundial/temporal destas análises, de forma rápida.

A recolha automática de dados fornecidos pelos dispositivos é também implementada, tendo em vista contribuir de forma simples para os estudos epidemiológicos necessários ao controlo da pandemia. É expectável que no fim do projeto os produtos desenvolvidos se encontrem numa fase de TRL3.


DESIGNAÇÃO DO PROJETO: ECO2COVID – Desenvolvimento de Plataformas para deteção e monitorização em águas do Coronavírus

CÓDIGO DO PROJETO: ECO2COVID: LISBOA-01-02B7-FEDER-068174 | POCI-01-02B7-FEDER-068174

DATA DE INÍCIO: 05 de setembro 2020

DATA DE CONCLUSÃO: 07 de maio de 2021

CUSTO TOTAL ELEGÍVEL: 482.666,91€

APOIO FINANCEIRO PÚBLICO NACIONAL / REGIONAL: POCI – 151.696,02€ | POR Lisboa – 241.093,42€

O principal objetivo do projeto é desenvolver plataformas de deteção (monitorização) em águas residuais em ETARss, do coronavírus SARS-CoV-2, através de dispositivos biosensores de natureza ótica/eletroquímica. Estas soluções de deteção serão expeditas e de baixo custo, seguras, de fácil utilização pelos diferentes intervenientes no processo, utilização in-situ, e constituídas maioritariamente por materias biodegradáveis que reduzirão o seu impacto ambiental. As plataformas irão incorporar diferentes módulos, permitindo que os resultados obtidos sejam recolhidos de forma automática e com associação geográfica, contribuindo por isso para a realização de estudos epidemiológicos.

No final do projeto, o ECO2COVID tem como expectativa a produção de duas plataformas para a deteção e a monitorização do coronavírus SARS-CoV-2 em águas residuais, que integram sistemas sensores diferenciais, tendo em vista garantir a captação de um sinal mensurável em amostras com diferentes índices de carga viral.  A informação produzida por estes sistemas será recolhida através de uma aplicação móvel dedicada, sendo posteriormente centralizada num servidor, que irá armazenar e processar a informação de forma a apresentar um conjunto de indicadores relevantes à análise epidemiológica.

É expectável que no fim do projeto o produto desenvolvido se encontre numa fase de TRL 3.

.

DESIGNAÇÃO DO PROJETO: Comprehensive safety solution for people with Aphasia (APH-ALARM)

PROGRAMA: AAL – Active and Assisted Living

DURAÇÃO: 36 meses

DATA DE INÍCIO: 1 de maio de 2020

DATA DE CONCLUSÃO: 30 de abril de 2023

CUSTO TOTAL ELEGÍVEL: 1,210,083.13€

APOIO FINANCEIRO: 963,259.13€

O projeto permitirá desenvolver um sistema de alarme para pessoas, acima dos 55 anos, com deficiência consequente de um Acidente Vascular Cerebral, como a Afasia. O sistema funcionará através de uma aplicação para smartphones e de um dispositivo eletrónico que deve ser colocado sob o colchão da cama. O APH-ALARM permitirá a estas pessoas recuperar e manter a sua autonomia, sentindo-se seguras no seu quotidiano.

.

DESIGNAÇÃO DO PROJETO: Projeto AgroDoIT – Transformação digital da indústria agro-alimentar

CÓDIGO DO PROJETO: POCI-01-0247-FEDER-011191

OBJETIVO PRINCIPAL: Promoção da inovação da indústria agro-alimentar através da introdução generalizada de TICs, contribuindo para a transformação digital do sector, potenciando a eficiência da cadeia e aumentando a competitividade do sector

REGIÃO DE INTERVENÇÃO: NUTS III – Área Metropolitana do Porto

ENTIDADE BENEFICIÁRIA: INOVA +, INNOVATION SERVICES S.A.

DATA DE APROVAÇÃO: 23 de Maio de 2017

DATA DE INÍCIO: 10 de Agosto de 2017

DATA DE CONCUSÃO: 10 de Agosto de 2019

CUSTO TOTAL ELEGÍVEL: 284.862,85 €

APOIO FINANCEIRO UE – FEDESR: 155.815,38 €

O projeto pretende promover a inovação da indústria agroalimentar através da introdução de TICs no suporte aos processos de troca de documentos na sua cadeia de valor, permitindo aumentar a competitividade e eficiência do sector com a utilização da transformação digital e permitindo a harmonização de informação o que gerará externalidades positivas no sector e na economia nacional. Para a execução dos objetivos propostos a INOVA+ irá utilizar uma framework suportada nos princípios europeus que permita fazer o mapeamento do contexto nacional, sendo envolvidas diversas PMEs que atuam em diferentes fases da cadeia agroalimentar, efetuando o levantamento das suas necessidades e dos sistemas TIC utilizados com recurso a questionários online e entrevistas, sendo desenvolvidos conetores B2B para as ferramentas TIC de suporte aos processos e adaptando plataformas colaborativas dos sistemas internos de ERP, reforçando a interoperabilidade crucial para o AgroDoIT. Deste processo espera-se um manual de boas práticas para adoção das TIC na indústria agroalimentar, permitindo gerar benefícios económicos para a mesma e para os intervenientes.

.

NÚMERO DO PROJETO: 3416

TIPOLOGIA DO PROJETO: SI I&DT Empresarial – Copromoção

ORÇAMENTO TOTAL: 899.557,52€

ORÇAMENTO INOVA+: 301.364,15€

INCENTIVO TOTAL: 474.049,67€

INCENTIVO INOVA+: 201.453.15€

DURAÇÃO: 36 Meses

O projeto BRAIN-LIGHTING propõe o desenvolvimento de uma nova solução tecnológica que pretende contribuir para a evolução da neurociência e aumentar o conhecimento já existente sobre o cérebro, os seus constituintes e os seus processos de funcionamento. Para tal, pretende-se desenvolver um dispositivo optogenético inovador utilizando sondas neuronais óticas 3D dotadas com estimulação elétrica e ótica e com microeletrónica totalmente integrada. Por outro lado, o projeto irá também focar-se no desenvolvimento de um módulo de controlo e processamento de sinal, essencial para completar qualquer sistema de atuação a nível neurológico.

.

NÚMERO DO PROJETO: 25860

TIPOLOGIA DO PROJETO: SI I&DT Empresarial – Internacionalização de I&D

ORÇAMENTO: 139.708,56€

INCENTIVO : 69.854,28€

DURAÇÃO: 24 Meses

O presente projeto, de acrónimo INOVA+2020, visa aumentar a participação em projetos de Investigação e Desenvolvimento através de aquisição de serviços/assessoria de cariz científico para reforço do departamento interno de I&DT a fim de potenciar o sucesso de candidaturas de I&D (tipologia RIA/IA) a submeter ao Programa Horizonte 2020 e, desta forma, posicionar-se em 2020 como uma entidade de referência, tanto a nível nacional e europeu, para a inovação e desenvolvimento tecnológico.

.

NÚMERO DO PROJETO: 21532

TIPOLOGIA DO PROJETO: SI Qualificação e Internacionalização PME – Projetos Individuais

ORÇAMENTO: 316.369,16€

INCENTIVO : 114.970,51€ (FEDER) + 36.527,48€ (FSE)

DURAÇÃO: 24 Meses

O projeto INOVAGrowth visa criar as condições para que a INOVA+ adquira as competências e ferramentas necessárias para se afirmar como uma média empresa, estatuto que atingiu em 2015, na prestação de serviços especializados de consultadoria de inovação.
O projeto INOVAGrowth integra um conjunto de ações de formação profissional que visam aumentar a qualificação e competências dos colaboradores da empresa em áreas críticas para o crescimento e competitividade.


NÚMERO DO PROJETO: 24524

TIPOLOGIA DO PROJETO: SI I&DT – Programas Mobilizadores

ORÇAMENTO TOTAL: 7.021.739,21€

ORÇAMENTO INOVA+: 335.081,25€

INCENTIVO TOTAL: 4.547.393,15€

INCENTIVO INOVA+: 209.425,78€

DURAÇÃO: 36 Meses

REGIÃO DE INTERVENÇÃO: Norte, Centro, Lisboa, Alentejo

O projeto MOBFOOD tem como objetivo responder aos desafios relacionados com a promoção de uma indústria alimentar nacional mais competitiva. Passará pela promoção de novas estratégias de crescimento baseadas no reforço da capacidade tecnológica, de inovação e de I&D orientadas à obtenção de novos produtos, serviços, processos ou tecnologias, atuando ao longo de toda a cadeia de valor e reforçando a colaboração entre o setor empresarial e não empresarial. Pretende-se que o setor alimentar seja sustentável, totalmente integrado, interligado, transparente, resiliente, seguro, eficiente na utilização dos recursos e centrado no consumidor. Pretende-se alcançar estes objetivos através da implementação de soluções em três pilares principais: “Segurança Alimentar e Sustentabilidade”, “Alimentação para a Saúde e Bem-estar” e “Alimentos Seguros e Qualidade”, materializando-se na investigação e desenvolvimento de novos processos, produtos ou serviços.

.

NÚMERO DO PROJETO: 11191

TIPOLOGIA DO PROJETO: SI I&DT Empresarial – Individuais

ORÇAMENTO: 284.862,85€

INCENTIVO: 155.815,38€

DURAÇÃO: 24 Meses

O AgroDoIT pretende promover a inovação da indústria agroalimentar através da introdução generalizada de TICs no suporte aos processos de troca de documentos na sua cadeia de valor, contribuindo assim para a transformação digital do sector. Assim, será desenvolvido um quadro de referência que permita uma harmonização da troca de informação na cadeia agroalimentar como forma de potenciar a eficiência da cadeia e aumentar a competitividade do sector, contribuindo assim para impulsionar a economia nacional.